Bem vindo!

Bem vindo!Esta página está sendo criada para retransmitir as muitas informações que ao longo de anos de pesquisas coletei nesta Mesorregião Campo da Vertentes, do centro-sul mineiro, sobretudo na Microrregião de São João del-Rei, minha terra natal, um polo cultural. A cultura popular será o guia deste blog, que não tem finalidades político-partidárias nem lucrativas. Eventualmente temas da história, ecologia e ferrovias serão abordados. Espero que seu conteúdo possa ser útil como documentário das tradições a quantos queiram beber desta fonte e sirva de homenagem e reconhecimento aos nossos mestres do saber, que com grande esforço conservam seus grupos folclóricos, parte significativa de nosso patrimônio imaterial. No rodapé da página inseri link's muito importantes cuja leitura recomendo como essencial: a SALVAGUARDA DO FOLCLORE (da Unesco) e a CARTA DO FOLCLORE BRASILEIRO (da Comissão Nacional de Folclore). Este dois documentos são relevantes orientadores da folclorística. O material de textos, fotos e áudio-visuais que compõe este blog pertencem ao meu acervo, salvo indicação contrária. Ao utilizá-lo para pesquisas, favor respeitar as fontes autorais.


ULISSES PASSARELLI




quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Ianduti

Ianduti ou nhanduti é um certo tipo de renda de muitas possibilidades combinatórias geométricas, bastante delicada, com uma trama que imita uma teia de aranha, literalmente tradução de seu nome, que é de origem indígena (iandu = aranha), muito embora a técnica seja européia. É feita sobre um quadro cheio de preguinhos, o bastidor (tear para rendas).

Também chamada renda-sol ou ainda renda-tenerife, teria vindo para a América de Tenerife (Arquipélago das Canárias). No Paraguai ganhou o batismo com o nome indígena e esparramou-se por distantes áreas geográficas.

O viajante inglês John Mawe, que por aqui passou em 1809, escreveu: “As senhoras de São João del-Rei gostam muito de fazer renda, e são consideradas mais cuidadosas com coisas domésticas dos que as das outras cidades”



Bastidor e ianduti. Trabalho da são-joanense Luíza dos Santos. 

Referências

MAWE, John. Viagens ao interior do Brasil, principalmente aos distritos do ouro e dos diamantes: 1809-1810. 
http://www.youtube.com/watch?v=5Vg-DkVN2nY (acesso em 20/11/2013, 5h)


* Foto e texto: Ulisses Passarelli

Nenhum comentário:

Postar um comentário